Super Banner

quarta-feira, 31 de dezembro de 2014

Por Onde Fui: Estudando Francês em Nice - Por Carmen Reis

No Por Onde Fui de hoje temos Carmen Reis contando como foi estudar francês em Nice e o que tem de legal e interessante para fazer por lá. Envie o seu texto também.

Por Carmen Reis


Estudando Francês em Nice

Um belo dia, decidi estudar francês. Sempre achei que é a língua mais linda, me interesso pela cultura francesa, adoro a música e a culinária... e sempre procuro uma boa desculpa para viajar. Depois de alguns dias, escolhi o meu destino: NICE. Por quê? Bom, amo Paris, mas queria conhecer outra região da França, um lugar menor, onde eu pudesse ter mais contato com as pessoas locais. Modéstia à parte, acertei em cheio!
Bonde de Massena

Nice fica localizada na Riviera Francesa, também chamada de Côte d’Azur (Costa Azul, em português), ao sul da França, banhada pelo Mar Mediterrâneo e a apenas 1h30 de Paris de avião. É uma das áreas mais luxuosas, caras e sofisticadas do mundo, mas, aos meus olhos, a cidade oferece muito mais que isso. Estando em Nice, você tem fácil acesso a três regiões completamente distintas: a Provença, aquele lugar encantador onde há plantações de lavandas e girassóis; os Alpes Franceses, com suas concorridas estâncias de esqui; e a Riviera Francesa, como já mencionei. Para aqueles que tiverem tempo, vale a pena vir da Espanha e percorrer toda a Riviera, até chegar na Itália.


Hotel Negresco
Nice oferece diversas opções, desde jantares luxuosos até um passeio na feirinha de Vieux Nice (Velha Nice). Optei por estudar em uma escola cujo nome já me era familiar e a me hospedar na casa de uma família francesa para ‘ser obrigada’ a treinar o idioma que eu ainda aprenderia. Boa opção! Fui super bem recebida por Madame Béatrice e seu gatinho Cinez. Minha mãe hospedeira gosta muito de conversar e foi assim que eu tomei coragem de arranhar meu francesinho tosco. Na escola, tive a sorte de conhecer pessoas muito legais e logo ganhei uma turminha de amigos: uma brasileira, uma suíça (que só falava italiano e francês, então imaginem a nossa comunicação), uma canadense que já havia morado no Brasil e um português. Meu professor se tornou meu amigo e já veio ao Brasil algumas vezes depois disso. O clima na escola era bem descontraído, com alunos jovens, divertidos, intervalos com direito a Let’s Dance, várias soirées (saídas para barzinhos e baladas) e ótimos passeios culturais.


Eu em Cannes
Por falar em cultura, Nice sedia dois grandes museus; Musée Chagall e Musée Matisse, que reúne o maior acervo de Henri Matisse e merece uma visita!. Além disso, tem o Musée Massena, que conta a história de Nice, e o Musée de Beaux-Arts, com obras mundialmente famosas.

Musée Matisse

Promenade des Anglais
Um dos principais pontos de Nice é a Promenade des Anglais (Caminho dos Ingleses), uma longa avenida à beira mar onde ficam os melhores e mais caros restaurantes e hotéis, como o famoso Negresco. Nela, você pode caminhar e apreciar a linda vista niçoise e o mar azul-ciano, patinar, andar de bicicleta ou simplesmente aproveitar a praia à moda francesa.

É comum ver as pessoas chegarem completamente vestidas, se despirem, pularem na água e se vestirem novamente como se fosse comum ir à praia de calça, camisa e sapato. Topless também é frequente. Algumas praias são privadas, então você paga alguns euros para entrar, alugar uma chaise e curtir o sol. Eu fazia isso no meu tempo livre para estudar francês.... sempre acompanhada de uma taça de champagne que, aliás, é mais barato que água lá. Muitas praias são cobertas, em vez de areia, por pedrinhas, o que torna as nossas Havaianas muito úteis.

Estudando na Praia
Nice tem duas praças rodeadas de lojas e restaurantes, a Place Massena e a Place Garibaldi. Massena é o ponto de encontro, onde podemos tomar o bonde que percorre grande parte da cidade. Além disso, é lá onde estão o que eu e minha amiga brasileira apelidamos de “homenzinhos pelados”. Já a Place Garibaldi é mais modesta, mas um lugar maravilhoso para encontrar os amigos e jogar papo fora.

Local onde ficam os "homenzinhos pelados"
O lugar mais charmoso da cidade, na minha opinião, é a Vieux Nice. Um bairro rústico, cheio de ruelinhas cobertas de scooters e vespas... Parece um labirinto! Um dos meus passeios favoritos era ‘me perder’ por lá e entrar nas lojinhas de sabonete ornamental, perfumes artesanais, produtos da Provença, azeites, macarons e comidinhas típicas de Nice, como a socca – tipo um crepe feito de grão-de-bico.
Cours Saleya
Lá também tem o Cours Saleya, uma feira onde vende-se muitas flores, frutos do mar, frutas fresquinhas, entre outros. Um verdadeiro mercadão ao ar livre. Na Vieux Nice, também fica o Parc de la Colline du Chateau, cuja subida é cansativa, mas a vista do Porto de Nice e da Riviera valem a pena.

Vista geral do Porto de Nice
Em Nice, você pode pegar um ônibus e, por 1 euro, conhecer lugares maravilhosos como Cannes (onde acontece o famoso Festival de Cinema), Villefranche sur Mer (linda demais!), e até Mônaco [FOTO MÔNACO] – um país independente onde acontece o circuito de Fórmula 1. Uma bela opção no verão é pegar um barco e ir a Saint Tropez, que dispensa apresentações, né? Ou, então, pegar o trem e visitar a Itália, passeio que eu adorei.

Mônaco, palco da famosa corrida da Formula 1

Se decidir visitar a Provença, aproveite para conhecer a fábrica da L’occitane em Grasse. Ouvi dizer que oferecem bons descontos!

Enfim, por tudo que contei e por outros motivos, passar um mês em Nice marcou a minha vida. Definitivamente, é um dos lugares mais bonitos que já vi! Se aprendi francês? Bom, um mês não faz milagre, mas aprendi o equivalente a três semestres de um curso regular no Brasil. Agora fico aqui, morrendo de vontade de voltar...